Principais equipamentos para controle de qualidade na indústria de bebidas!

8 minutos para ler

Quem atua no setor alimentício tem uma enorme responsabilidade com o consumidor. As análises das características dos produtos são fundamentais para garantir a segurança, bem como, o seu padrão de qualidade, assegurando ao consumidor que ele vai receber por aquilo que lhe foi prometido no rótulo.

Esse monitoramento é o que garante que os itens estejam dentro dos padrões estipulados pelo MAPA e pela OMS, mas também indica problemas no processo de produção que podem estar comprometendo o resultado do seu produto. Por isso, os equipamentos para a indústria de bebidas são essenciais no apontamento de qualquer alteração significativa na turbidez, teor alcoólico e na quantidade de açucares, por exemplo.

Mas quais são os equipamentos utilizados para fazer essas análises de qualidade na indústria de bebidas? Continue conosco, pois falaremos sobre isso por aqui!

Quais são os principais equipamentos para análise de bebidas?

Nos últimos anos, cresceu muito o interesse dos consumidores por cervejas artesanais. Cada tipo da bebida tem particularidades que devem ser respeitadas no seu processo de fabricação para que o resultado seja do agrado tanto do cliente quanto do próprio fabricante.

A análise das bebidas aponta se houve falhas durante alguma fase, por exemplo, na etapa de fermentação que as cervejas e outras bebidas precisam passar. Isso permite que o fabricante corrija os erros, bem como, invista em melhorias para assegurar a excelência de seu produto, mantendo a cor, sabor, amargor e a concentração de substâncias em um nível ideal.

Entre os principais equipamentos para a indústria de bebidas estão os seguintes: 

Analisador de Fluxo contínuo: Tecnologia mais confiável em análise química automatizada atualmente, o Analisador de Fluxo Contínuo é projetado para atender as necessidades de laboratórios que analisam pequenos e grandes quantidades de amostras.

Espectrofotômetro:  métodos de controle da qualidade de empresas produtoras de bebidas, uma vez que as medições são rápidas e precisas. Os espectrofotômetros UV/VIS proporcionam grande variedade de medições durante e após a produção da cerveja, incluindo: Cor, Sabor, Amargor e Carboidratos totais.

Destilador: Destilação é a técnica utilizada para a determinação de álcool e a acidez presente nas bebidas. 

Refratômetro: mede o índice de refração de uma substância, mensurando a concentração de sólidos dissolvidos (ou gravidade específica) da bebida;

Sensor de velocidade do som: As propriedades da bebida são avaliadas por meio das emissões de pulsos ultrassônicos para a identificação de propriedades com a graduação alcoólica e a inversão de açucares (Brix Aparente);

Infravermelho de Refletância total Atenuada (ATR): Técnica utilizada para leitura de CO2 dissolvido de forma seletiva, por meio de um comprimento de onda específico dedicado a reação apenas com moléculas de CO2 não sofrendo assim influência da composição da bebida;

Fluorescência Quenching: Técnica óptica que avalia a concentração de O2 dissolvido baseado na variação da intensidade de Fluorescência;

Espalhamento de luz: Aplicando esta técnica em um ângulo dedicado, determina-se a turbidez, a fim de garantir a estabilidade do produto, monitorando assim dentre outras informações o “tempo de prateleira”. 

Quais são as principais análises realizadas e quais são os benefícios?

Inúmeros procedimentos são realizados durante a fabricação de bebidas. Cada um deles deve passar por análises precisas que indiquem a sua conformidade com os padrões estabelecidos pelos órgãos competentes — só assim é possível comercializar os produtos.

Além disso, como mencionamos há pouco, a qualidade das bebidas na indústria só é atestada com o uso de equipamentos específicos, que podem apontar as falhas e os acertos do processo. Para quem deseja se manter competitivo no mercado e se destacar entre os concorrentes, é fundamental estar a par das principais análises desse setor.

Veja a seguir quais são elas e os seus principais benefícios. 

Análise de Concentração de Açúcares

A Análise de Concentração de Açúcares é uma das mais importantes na indústria alimentícia, pois os produtos devem seguir as determinações do MAPA e da OMS sobre a quantidade de açúcar consumido diariamente pelas pessoas.

Esse procedimento permite, portanto, reduzir o consumo de açúcar pela população, além de padronizar as produções e diminuir a segregação de produtos não conformes.

Análise de Inversão de Açúcares / Fermentação

O processo de fermentação é o que confere o álcool das bebidas. Ele ocorre a partir da conversão de açúcares em energia, liberando etanol e dióxido de carbono (CO2). O açúcar invertido é resultado da quebra da sacarose em outras duas moléculas de açúcar: a glicose e a frutose.

Esse procedimento ajuda a acelerar a fermentação, trazendo otimização no uso da matéria-prima. Como benefício, tem-se a redução do custo de produção. 

Análise da Concentração de Oxigênio Dissolvido

O oxigênio contido nas bebidas reage com as demais moléculas, alterando as propriedades do produto. Nesse caso, além da qualidade da bebida o prazo de validade também é comprometido.

Uma Análise da Concentração de OD reduz a oxidação precoce dos seus componentes, assegurando uma melhor experiência sensorial, bem como um maior tempo de prateleira.

 Análise da Concentração de CO2

O dióxido de carbono (CO2) é amplamente utilizado para gaseificar bebidas. No caso das alcoólicas, ele é um dos resíduos metabólicos da fermentação.

Ao analisar a sua concentração no produto, o fabricante garante o frescor sensorial e monitora a redução de oxigênio na bebida, que, por sua vez, também ajuda a controlar o tempo de prateleira do item.

Análise da Concentração de Álcool

É evidente a importância da determinação acurada da concentração de álcool em bebidas, já que o MAPA tem regras rígidas quanto a isso. Além disso, essa característica influencia diretamente na experiência sensorial da bebida.

Assim, analisar a concentração de álcool é sinônimo de garantia de padronização, de conformidade às normas e de atendimento à qualidade da bebida de modo geral.

Análise de Turbidez

A turbidez de uma bebida pode estar relacionada a outros problemas que afetam a sua cor, o seu sabor e o seu aroma. Para que o fabricante possa realizar um processo de clarificação, é fundamental encontrar parâmetros antes. Da mesma forma, caso encontre problemas durante o processo de produção, uma análise de turbidez aponta a falha a ser corrigida.

Entre os benefícios dessa análise podemos citar o monitoramento da filtração, o aumento da vida útil e, claro, a manutenção da qualidade sensorial da bebida.

Quais os diferenciais dos produtos da Pensalab?

Pensalab está no mercado há 24 anos, oferecendo diversas soluções para o setor de instrumentação analítica de Laboratório e Processo. Temos parcerias exclusivas com os fabricantes mais expoentes do mundo, provedores de tecnologias inovadoras nas análises de alimentos e bebidas.

A alta capacitação dos nossos colaboradores permite que a Pensalab possa oferecer no Brasil um atendimento de excelência, condizente com o padrão das empresas internacionais que representa. Isso significa que temos como compromisso garantir a qualidade e a precisão das análises realizadas pelos equipamentos para a indústria de alimentos e bebidas.

Os equipamentos seguem rígidos padrões, enquanto proporcionam o que há de mais moderno no setor, assegurando eficiência e produtividade na fabricação dos produtos. Além disso, garantimos todo o suporte necessário para a aplicação e a manutenção dos instrumentos.

A análise das características das bebidas é crucial na comercialização de um produto. Em um mercado altamente disputado, os equipamentos para a indústria de bebidas são os grandes aliados para se manter competitivo e se destacar em meio à concorrência.

Gostaria de tirar mais dúvidas sobre o assunto ou conhecer nossos produtos? Então entre em contato com a Pensalab e saiba como podemos ajudá-lo!

Posts relacionados

Deixe um comentário